< >

GRI 1.2

Descrição dos principais impactos, riscos e oportunidades+ Índice remissivo GRI

Gestão de riscos

A Odebrecht Agroindustrial analisa e mapeia periodicamente toda sua operação e seus processos com o objetivo de identificar e gerir potenciais riscos, resguardando-se assim contra prejuízos de diversas naturezas.

RISCOS DE MERCADO

A gestão de riscos de mercado é norteada por política aprovada no âmbito do Conselho de Administração. Ela define as características das atividades de gestão, que englobam metodologias para cálculo de exposição, relatórios e sistemas de controles de monitoramento, critérios para tomada de risco, limites e instrumentos financeiros.

Todo o processo de gerenciamento de riscos visa proteger financeira e economicamente o fluxo de caixa. Entre os riscos imediatos administrados, destacam-se as variações de câmbio, do preço do etanol e do açúcar e das taxas de juros flutuantes. Já para conter as principais exposições de riscos comerciais e financeiros decorrentes da operação, são empregados instrumentos derivativos, que passam por cotação competitiva, avaliação de precificação, impacto contábil, entre outros acompanhamentos. Esses instrumentos incluem contratos de opções, futuros, swaps e Non-Deliverable Forward (NDF – contrato a termo entre duas moedas).

A Odebrecht Agroindustrial analisa diariamente seus contratos derivativos e ajusta a estratégia segundo as condições de mercado, podendo utilizar derivativos para alterar o retorno de suas operações. A contratação desses instrumentos é feita para um montante não superior ao da aplicação ou do compromisso implícito.

RISCOS AMBIENTAIS E DE SEGURANÇA

É utilizada a metodologia Hazard and Operability Study (Hazop – Estudo de Operabilidade e Perigos) na análise de riscos ambientais e de segurança dos processos industriais em todas as Unidades em operação. A aplicação da Hazop coloca a Empresa na condição de agente de mudança e contribui para a formação de uma cultura focada na precaução. Engloba questões operacionais, bem como a possibilidade de ocorrência de desastres ambientais, incêndios, explosões em usinas e tanques, vazamento e demais impactos ao meio ambiente e à segurança, permitindo a adoção de medidas preventivas. Os incêndios agrícolas são um foco permanente de controle e toda sua gestão se baseia em 64 práticas documentadas.

Para minimizar possíveis impactos na biodiversidade e prevenir riscos relacionados à segurança alimentar, o plantio da cana-de-açúcar na Odebrecht Agroindustrial ocorre em terras arrendadas e somente em campos já antropizados, não substituindo áreas florestadas.

RISCOS OPERACIONAIS

Na safra 2013-2014, a Odebrecht Agroindustrial iniciou o desenvolvimento de projeto que cria modelo detalhado de avaliação de áreas a serem arrendadas. Mais eficiente, a análise com processo sólido, planilhas específicas e validações por diferentes áreas, vai diluir o risco de negócios malsucedidos à medida que essas avaliações definirem se a operação será lucrativa considerando análise de solo, de Capex e de distância, Sustentabilidade, aprimorando a produtividade e o resultado dos arrendamentos.

Para dar segurança e garantir a continuidade de suas atividades, a Empresa contrata seguro de ativos operacionais, de transporte de carga e para a cobertura de eventos ambientais. Além disso, são aplicadas medidas preventivas para coibir a ocorrência de acidentes de qualquer natureza, como auditorias internas de verificação de itens de saúde, segurança e meio ambiente; treinamentos e procedimentos de comunicação compartilhada, inclusive de quase acidentes, além dos acidentes.

GESTÃO DE IMAGEM

A Empresa gerencia todos os potenciais riscos aos quais está exposta, adotando uma postura proativa e antecipando-se às ocorrências. O Plano de Gestão de Crise de Imagem identifica os riscos por Unidades, classificando-os como baixos, moderados e altos, seguindo matriz de risco implementada na safra 2012-2013. Com a situação atual do setor de bioenergia, a Empresa vem redobrando sua atenção nesse sentido, mapeando e acompanhando as ações externas do setor para garantir alinhamento para controle dos riscos comuns do negócio.

  • Ampliar imagem
  • Ampliar imagem